sexta-feira, 20 de maio de 2011

Fotos do Encontro com Manuela Mota Ribeiro





O livro EDMAR, O PASSARINHO ALBINO, de Manuela Mota Ribeiro, fala da diferença, de como é difícil ser diferente. Fala da importância do amor e apoio da família:

  • «O primeiro contacto foi muito difícil. (Edmar) Sentia-se diferente de todos: alunos, professores, auxiliares... E não era fácil ser DIFERENTE.»

  • «Apesar das suas limitações, Edmar era um passarinho com sorte. Tinha uma família que o amava muito, que o ajudava nos bons e nos maus momentos.»

  • «_ A tua mãe deu-te um banho com lixívia, Edmar?
            _ É verdade. Se quiseres, podes vir lá a casa. Ainda sobrou um bocadinho!...»

  • «A sua capacidade de reacção fez com que, à medida que ia crescendo, fosse respeitado.Todo o afeto e carinho que recebeu da família e dos amigos ajudaram-no a construir a autoestima necessária para enfrentar um mundo difícil para os chamados "animais diferentes".»


Penso que no final do encontro com Manuela Mota Ribeiro todos ficámos mais fortes e mais felizes.
Foi importante ouvir o texto da Carolina Rato. Foi importante ouvir o testemunho do Gonçalo Garrinhas e da sua mãe, Helena Garrinhas.

É preciso não se deixar vitimizar. É preciso enfrentar os agressores. É preciso encontrar os pontos fortes e seguir em frente!

É preciso aprender a ser feliz, como fez Edmar!



Agradecimentos: Município de Avis e Biblioteca Municipal de Avis.

3 comentários:

Manuela disse...

Muito obrigada por tudo, queridos amigos de Avis!
As fotografias estão lindíssimas!
Já sonho com os maravilhosos passeios que irei fazer, quando aí voltar, no Verão!
Beijinhos para todos,
Manuela Mota Ribeiro

Helena disse...

Obrigada pela vossa recepção, pelo empenho e pelo interesse. foi sem duvida uma tarde memorável para mim e para o Gonçalo que se sentiu em casa. Obrigada a Dra. Sandra que nos proporcionou sem duvida um momento inesquecível.

Cândida disse...

Eu já assisti a um encontro com o Edmar e a Drª Mota Ribeiro foi um momento de grande magia. Gostei de ver estas fotos de uma BE e fez-me ter saudades da Be que eu coordenei.
Um abraço para todos.
Cândida Ribeiro